07 Mar AVISO – ZIF Seia Alva

Mosaicos__Seia_AlvaProjecto no âmbito da Acção 2.3.1 “Minimização de Riscos”, Sub-Acção 2.3.1.1 “Defesa da Floresta contra Incêndios” do ProDeR 2014

AVISO

A CAULE – Associação Florestal da Beira Serra, na qualidade de entidade gestora da Zona de Intervenção Florestal (ZIF) Seia Alva, Despacho n.º 3308/2010, de 23 de Fevereiro, informa todos os Proprietários, Arrendatários ou Usufrutuários de prédios rústicos incluídos nos Mosaicos de Parcelas de Gestão de Combustíveis previstos para o ano de 2014 (conforme cartografia anexa), que de acordo com o Plano Específico de Intervenção Florestal (PEIF) da ZIF, aprovado em Assembleia Geral de Aderentes, pela Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Seia e pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), e no âmbito do projecto PRoDeR, do seguinte:

  1. Os Mosaicos de Parcelas de Gestão de Combustíveis foram estrategicamente escolhidos, com o objectivo primordial de defesa da floresta contra incêndios dos espaços florestais da ZIF Seia Alva.
  2. Irão ter início os trabalhos de controlo de vegetação espontânea (vulgo limpeza de matos), controlo de densidades excessivas (designados desbastes) e desramações a partir do dia 1 de Março de 2014.
  3. Estes decorrerão nas freguesias de Travancinha, Carragozela, Várzea de Meruge, Folhadosa, Santa Eulália e Torrozelo do concelho de Seia.
  4. Os sobrantes resultantes da intervenção serão retirados, triturados ou queimados no local, de acordo com as regras de segurança contidas no Decreto-Lei n.º 17/2009, de 14 de Janeiro. Os troncos com d.a.p. superior a 10cm serão amontoados e os respectivos Proprietários terão 15 dias para os retirar do local, findos estes, serão retirados pela Entidade Gestora.
  5. Todos os proprietários abrangidos por esta acção, que se queiram pronunciar, devem fazê-lo para a morada da CAULE ou pelo telf. 238 602 444 e e-mail:  cauleflorestal@gmail.com
  6. A CAULE espera com esta iniciativa ajudar a proteger o investimento dos Proprietários e/ou Produtores Florestais, tentando minimizar o risco e a progressão dos incêndios florestais.